A cozinha é, invariavelmente, um espaço que usamos com muita frequência. Na verdade, para algumas pessoas, esta é uma das divisões onde permanecem durante a maior parte do dia.

Cozinhar, comer, conviver… tudo isto se dá numa cozinha. Desta forma, a escolha das luminárias LED é particularmente importante nesta parte da casa.

As lâmpadas LED podem ser suas aliadas neste processo. Ainda assim, para que possa escolher as luminárias perfeitas, é essencial que conheça todas as necessidades da divisão e que adapte a iluminação LED às atividades que ali desenvolve.

No momento de escolher as lâmpadas LED para a sua cozinha deve ter em consideração quatro aspetos: a economia, a segurança, a eficácia e a criação de um espaço agradável e acolhedor.

iluminação LED irá permitir que dê resposta a todos estes aspetos, garantindo o seu bem-estar e a funcionalidade da divisão que ilumina com as lâmpadas LED.

Para que comece a iluminar a sua cozinha da melhor forma, deve começar por considerar quais são as fontes de luz necessárias. Por norma, numa cozinha, é importante que a iluminação seja adequada às tarefas de detalhe (como cortar alimentos ou lavar a louça) e também aos momentos de convívio (como partilhar refeições com a sua família e/ou amigos).

No caso da iluminação geral, deve garantir, pois, a criação de um espaço aprazível, que se adeque ao convívio e à permanência prolongada na divisão. Esta luz deverá difundir a luz das lâmpadas LED por toda a divisão, de forma homogénea. Deverá recordar, que embora importe que esta luz seja intensa, ela não deve encadear ou ofuscar.

Assim, deverá escolher as suas lâmpadas LED mantendo em mente de que, para a sua cozinha, necessita de iluminação geral, que pode ser suspensa ou encastrada consoante o seu tipo de teto.

1.1 Se a instalação for suspensa
em alternativa uma configuração de Fita LED Suspensa em Perfil por exemplo:
Será então adequada qualquer iluminação geral com luminárias de instalação saliente como por exemplo:
se preferir uma iluminação difusa e uniforme, sugerimos:
Se optar por iluminação focada, mas de potência mais elevada:

A iluminação localizada, por outro lado, deve considerar, acima de tudo, as suas tarefas. 

Fogão, bancada, lava-louças… tudo isto deve estar iluminado, preferencialmente com iluminação de tom frio, uma vez que são estas as que melhor se adequam a ambientes de trabalho e atenção. 

Uma ideia que valoriza qualquer cozinha é a utilização de Fita LED em conjunto com Perfil de Alumínio sob os móveis para que a bancada goze da melhor iluminação.

Por fim, a iluminação ocasional pode ser colocada nas vitrinas ou dentro dos móveis, caso estes sejam em vidro fosco, ajudando a criar ambientes belíssimos e tornando a cozinha um espaço mais aprazível.

O uso de lâmpadas LED, cujo consumo é muito inferior ao das tradicionais, será aqui uma mais-valia, permitindo que mantenha este toque de requinte na iluminação, sem que tal lhe pese no orçamento familiar.

Como cada cozinha é diferente da outra, a iluminação LED surge como uma boa opção, uma vez que se encontram, já, vários tipos de lâmpada no que respeita ao seu formato, intensidade e cor.

Esta opção será simultaneamente eficaz, rentável e adequada ao espaço da sua cozinha, garantindo a criação do ambiente que deseja para esta divisão.

porto-aveiro-3

Porto de Aveiro

Remodelação da Iluminação Pública com o objetivo de Reduzir o Consumo Energético, Melhorar a Qualidade da Iluminação e Poupar nos Custos de Manutenção e troca de lâmpadas tradicionais

Vamos falar sobre o seu futuro projeto?

Fornecemos suporte e aconselhamos as melhores opções para a iluminação correta do seu espaço

Contacte-nos
Subscreva a newsletter
Receba todas as novidades e notícias sobre iluminação LED

Registe-se agora!