A iluminação em espaços comerciais, é fundamental

Além da sua função básica, ainda tem a capacidade de poder direcionar o ponto de luz para atrair o público, potenciando um aumento das vendas e a criação de um ambiente em todo o espaço

1. Faça um plano da iluminação

O esquema de iluminação de uma loja deve ser feito de acordo com a sua identidade.

Um plano de iluminação é um bom começo para criar um ambiente perfeito para sua loja. Para além disso, a iluminação interfere nas cores do ambiente. Irá realçar as cores do produto e chamar a atenção na medida adequada ao que está exposto na loja. A tonalidade da iluminação selecionada, o fluxo luminoso, o feixe de emissão, o acabamento, a altura de instalação, tudo influencia o sucesso ou insucesso de um negócio

Assim é de extrema importância um bom planeamento com um estudo luminotécnico de base!

2. Posicionamento das Luminárias

2.1 Luminárias de Feixe Direcionável

Podem ser utilizadas para orientar a iluminação a um objeto ou a um plano de trabalho, de forma particular, como a Luminária Tucana ou a Luminária Focus

Sportino Megastore Lisboa
2.2 Luminárias Difusas

As luminárias difusas ou opacas resultam numa iluminação mais aberta e uniforme, sem direcionar a um foco. 

Para isso, as luminárias devem ser usadas de forma não aparente. 

Deve-se evitar focar este tipo de iluminação em superfícies de tons médios ou escuros, pois o resultado trará um ambiente também escuro.

As luminárias mais indicadas para uma iluminação geral uniforme suspensa ou de superfície:

Revolta Hamburgueria

O plano ideal fará com que os olhos do consumidor sejam direcionados para onde se deseja. Um exemplo disso é que peças mais iluminadas e focadas chamam a atenção antes de qualquer outra.

Dentro da loja, deve existir a iluminação geral funcional, mas só isso não chega.

Alguns toques de iluminação devem ser dados para estilizar o ambiente e diferenciá-lo, seja dando foco em objetos, utilizando luminárias mais extensas como parte da decoração, misturando fontes quentes e frias, entre outros

3. Conheça o seu público

Para criar um plano de iluminação de uma loja, é necessário saber quem será o público alvo que vai frequentar o espaço.

Isto vai mostrar como deve ser iluminado o espaço e qual efeito pretendido, que deverá chamar mais atenção na loja.

Com Mini Painéis LED ou os Painéis LED Gamma consegue um ambiente atraente para um público vasto, com apelo popular, pedindo por uma luz mais clara, forte e uniforme.

Já um público de maior poder económico se sentirá mais convidado por um ambiente mais sofisticado, com jogos de luz e sombra. 

Os nossos Downlights Europa com ângulos de abertura mais fechados, providenciam um contraste ideal com luzes quentes e amarelas.

4. Selecione a tonalidade adequada

Para valorizar um artigo, querendo que o consumidor o veja dentro da loja, é ideal que se utilize uma iluminação dirigida e focada. Isso irá trazer brilho ao produto e fará sombra, o que o valoriza ainda mais. Com as Luminárias LED Tucana ou Luminária LED Focus consegue ganhar um destaque de exclusividade e de maior valor.

Outra forma de gerar destaque é a partir do ângulo mais adequado da iluminação, o que dependerá da distância entre a lâmpada e o produto. Se o ângulo for demasiado aberto ou demasiado fechado, o feixe de luz pode não alcançar o ponto correto e o efeito não será o esperado.

Para iluminar áreas mais amplas, o ideal é que se utilize uma iluminação mais difusa e uniforme como as luminárias LED Helius, que, como são modulares, permitem todo o tipo de configurações lineares e contínuas sem sombras.

Como Iluminar uma Loja
A cor da luz difere consoante o produto a expôr

Consoante o tipo de produto a expor, as tonalidades também variam. Para roupa ou bens alimentares como pastelaria ou fruta, o branco quente é o mais adequado que realça as cores reais e vivas dos tecidos ou alimentos.

Por outro lado, para carne ou peixe, a tonalidade certa é o branco frio.

No intermédio e generalizado, com sombras mais suaves, as tonalidades neutras tornam-se as mais indicadas.

É importante saber misturar os vários tipos de fontes e tonalidades de luz para criar um espaço aprazível e agradável.

Uma loja cheia de tonalidades frias pode tornar o seu espaço sem graça e não valorizar os seus produtos, ou ao contrário, uma loja cheia de cores quentes pode trazer uma sensação de desconforto e abafado.

Com a iluminação equilibrada, o ambiente da loja torna-se aconchegante e fará com que o cliente permaneça mais tempo na loja.

Perfil LED Fita LED loja Prateleira
Decoração Pontual com Perfil e Fita LED

A tecnologia LED permite que se mude o tom de ambientes e objetos iluminados a partir de um simples controle remoto. No caso das lojas, este dinamismo e inovação pode ser fundamental. Pode utilizar a Fita LED instalada em Perfil de Alumínio para criar este e outros ambientes.

Cada cor pode gerar um efeito diferente no ambiente, mas se inserida de forma que complementem o visual e os produtos expostos, o resultado é incrível.

Não é aconselhável que se ambiente a loja inteiramente de forma colorida – o uso de cores é mais indicado para vitrines e para dar foco em elementos específicos. Para isso, escolha uma cor que funcione em sintonia com a sensação a ser transmitida.

6. Iluminação de Emergência

Por último, para indicação das saídas em caso de emergência ou em caso de falha de energia, é fundamental cumprir com a a obrigação legal e instalar blocos autónomos de emergência LED

Intermarché de Marinhais

O Intermarché de Marinhais foi um dos primeiros supermercados em Portugal a optar por Iluminação Modular LED da Lux Concept com as Luminárias Centauri. A substituição aumentou consideravelmente a qualidade...

ver Projeto

Iluminação Industrial

como aplicar em grandes áreas?

Vamos falar sobre o seu futuro projeto?

Fornecemos suporte e aconselhamos as melhores opções para a iluminação correta do seu espaço

Contacte-nos
Subscreva a newsletter
Receba todas as novidades e notícias sobre iluminação LED

Registe-se agora!